9
maio
2019
10

TERMOGÊNESE DE ATIVIDADE NÃO EXERCÍCIO (NEAT)

O NEATé um componente do gasto energético diário (GET) relacionado a todas as atividades do dia a dia que não são exercício físico, como caminhar, brincar, dançar, transar, ficar mexendo os pés inquieto etc. O GET tem 3 componentes:

GET = GER + ETA + GAF

GER – gasto energético de repouso (~60-70% do GET)
ETA – efeito térmico dos alimentos (~10% do GET)
GAF- gasto energético da atividade física

onde GAF = GEF + NEAT

GEF – gasto do exercício físico
NEAT – termogênese de atividade não exercício

Embora o gasto energético de repouso (GER ou TMB) seja normalmente o componente que mais contribui para o GET (60-70%), em muitos indivíduos o gasto energético da atividade física (GAF) pode ser um fator de maior contribuição, principalmente atletas de alto nível que treinam várias horas por dia. No entanto, para maior parte da população a contribuição do NEAT tende a ser mais significativa para o GAF do que o gasto do exercício físico (GEF). O NEAT pode variar até 2000 kcal entre indivíduos da população com mesmo porte físico e dessa forma pode explicar porque alguns indivíduos são resistentes ao ganho de peso, enquanto outros ganham gordura com facilidade (maior eficiência metabólica).

Indivíduos obesos parecem exibir uma tendência inata a sentar-se 2,5 horas por dia a mais do que suas contrapartes magras sedentárias (LEVINE, 2004). O NEAT também aumenta com superávit calórico e isso pode explicar porque alguns indivíduos podem ter tanta dificuldade de ganhar peso (gordura e massa muscular). O NEAT também reduz com a restrição calórica e isso explica porque alguns indivíduos obesos tem tanta dificuldade de perder peso. Isso pode explicar porque estudos em ambiente controlado mostram grandes diferenças no ganho e perda de peso entre indivíduos que utilizam o mesmo superávit/déficit calórico. “Se o NEAT atua para manter um peso corporal estável dissipando energia em face de um excesso de energia, ele pode agir para manter um peso estável ao conservar energia diante de um déficit de energia. Sob tais circunstâncias, as diferenças no NEAT entre os indivíduos poderiam explicar as diferenças aparentes na eficiência metabólica” (HAINER, 2001).

Se você reduz 500-1000 kcal na dieta e não emagrece comece a se preocupar se não está ficando muito tempo parado, caminhando menos, se movimentando menos. Você pode aumentar seu NEAT voluntariamente, embora ele tenha forte influência genética.

abraços, Dudu Haluch

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.