4
nov
2013
17

ESTEROIDES e suas FAMÍLIAS (DUDU)

Esteroides anabolizantes, tecnicamente conhecidos como esteróides androgênicos anabólicos-(AAS), ou simplesmente como “esteroides”, são drogas que imitam os efeitos da testosterona e diidrotestosterona no corpo. Eles aumentam a síntese de proteínas dentro das células, o que resulta no acúmulo de tecido celular (anabolismo), especialmente nos músculos. Os esteroides anabolizantes também têm propriedades androgênicas e em alguns casos virilizantes em mulheres, incluindo o desenvolvimento e a manutenção das características masculinas, tais como o crescimento das cordas vocais, testículos e pêlos do corpo (características sexuais secundárias). (Wikipedia)

Os esteroides anabolizantes podem ser divididos em 3 famílias distintas:

1) TESTOSTERONA E SEU DERIVADOS:

 

Principais características dos esteroides dessa família são aromatização (testosterona, boldenona, dianabol) e conversão em metabólitos como DHT e análogos (testosterona, halotestin, boldenona, dianabol)

– Testosterona e seus ésteres: suspensão (testo sem éster ligado), testosteronas de meia-vida curta (propianato, fenil), testos de meia-vida longa (enantato, cipionato, decanoato), mix de ésteres (durateston, omnadren). Metiltestosterona (oral)
aromatizam (efeito forte) e se convertem em DHT (efeito forte)

– Dianabol (metandrostenolona)
aromatiza ( efeito forte) e se converte em  dihidrometandrostenolona (efeito fraco) através da enzima 5-alfa-redutase

– Equipoise (Boldenona)

aromatiza ( efeito fraco) e se converte em  DHB (efeito fraco) através da enzima 5-alfa-redutase

– Halotestin (Fluoximesterona)

não aromatiza, mas se converte em  DHT através da enzima 5-alfa-redutase

– Turinabol (4-Clorodehidrometiltestosterona)

não aromatiza, nem se converte em  DHT através da enzima 5-alfa-redutase

2) 19-NOR (significa que uma molécula de testosterona foi alterada na 19ª posição para nos dar um novo composto):

 

Principais características dos esteroides dessa família é que são progestinas, famosas por ter algum possível efeito sobre receptores da dopamina (podendo aumentar prolactina), e também por uma possível maior supressão do eixo HPT comparadas a outros esteroides, mas no geral as nandrolonas e trembolonas possuem efeitos estéticos muito diferentes (embora ambas sejam muito anabólicas), enquanto nandrolonas se convertem em estrogênio e podem sofrer ação da enzima 5-alfa-redutase, trembolona não sofre esses efeitos, mas pode potencializar efeitos estrogênicos e possui efeitos androgênicos dos mais agressivos entre os esteroides, dada sua alta androgenicidade e afinidade ao receptor androgênico.
– Nandrolona (fenilpropionato, decanoato, laurato)

– Trembolona (acetato, enantato, parabolan)

3) DERIVADOS DO DHT:

 

Principais características dos esteroides dessa família: não aromatizam, alguns mesmo parecem apresentar um tipo de atividade antiestrogênica (masteron, primobolan, proviron), também não sofrem ação da enzima 5-alfa-redutase. Em geral são drogas com ganhos de qualidade (exceto pelo hemogenin, que parece potencializar efeitos estrogênicos). Alguns deles também são conhecidos por reduzir drasticamente níveis de SHBG (stanozolol, hemogenin, proviron), aumentando a disponibilidade de ação dos andrógenos, uma vez que eles deixam de se ligar ao mesmo.

– Oxandrolona

– Stanozolol

– Hemogenin (Oximetolona)

– Masteron (Propionato de Drostanolona)

– Primobolan (Metenolona) – derivado da DHB

– Proviron (Masterolona)

abraços, DUDU HALUCH

1 Response

  1. Sancle nunes

    To partindo para o 2 ciclo to querendo tomar fazer um ciclo com ganhos de quanlidade fazendo o menos é mas assim tomando 1ml do segunda de propionato e 1ml de stano segunda quarta e sexta é válido ou fazer um outro ciclo com propionato tomando 1 por semana e com trembolona tomando 0,5ml segunda quarta e sexta é válido assim tbm ? Oq acha pra ñ afetar muito o eixo hormonal oq acha amigo

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.