12
jun
2013
3

TESTOSTERONA para MULHERES (DUDU)

Muitas mulheres evitam o uso recreativo de testosterona para ganho de massa muscular, mesmo sendo o principal hormônio indicado para terapia de reposição androgênica em mulheres com baixa libido e síndrome de deficiência androgênica [1]. A principal preocupação das mulheres ao usar testosterona para a finalidade estética é o medo de virilização e masculinização, mas a verdade é que estudos recentes e relatos de atletas mostram que esses colaterais tem baixo risco quando doses moderadas são usadas (~25-50mg semana de cipionato) [2]. Doses na faixa de 100mg semana também não oferecem grande risco de masculinização, mas as iniciantes devem evitar doses dessa magnitude para evitar um aumento muito violento do desejo sexual e também outros colaterais agressivos (acne, queda de cabelo, retenção, inchaço temporário do clitóris, etc). Atletas femininas de bodybuilding usam doses tão altas como homens, mas em geral não ligam para problemas de masculinização e virilização, e conseguem se adaptar a maior parte dos colaterais pelo uso frequente e constante de andrógenos.

As doses recomendadas na terapia de reposição androgênica são baixas, apenas visando normalização dos níveis de testosterona da mulher (valor de referência: 15-75 ng/dl), visando melhora da libido, energia, bem-estar; sendo que nesse caso sempre se recomenda a terapia estrogênica em conjunto com o uso de esteroides androgênicos. Mulheres que usam esteroides androgênicos com a finalidade de ganho de massa muscular podem manter o uso do anticoncepcional para controle de colaterais mais agressivos, mas a funcionalidade do anticoncepcional e eficiência do ciclo ficam comprometidas, uma vez que são hormônios antagônicos [3]. Então é preciso ter muito cuidado no pós-ciclo.

Além dos efeitos já citados de aumento do desejo sexual e bem-estar, como dos colaterais, testosterona também têm uma série de efeitos benéficos para mulheres, e dentre os mais importantes estão o ganho de massa muscular, aumento da densidade mineral óssea e queima de gordura. Para finalidade estética (ganho de massa magra e queima de gordura) doses de 25-50mg por semana de enantato ou cipionato se mostram muito eficientes e sem grandes riscos de colaterais agressivos. Essas doses são suficientes para elevar os níveis de testosterona da mulher entre ~200-300 ng/dl, que é um valor muito próximo do limite inferior dos homens.

Então mulheres que pretendem usar testosterona devem evitar começar com doses maiores que 50mg por semana, e também não esqueçam que os seus resultados, tanto de efeitos benéficos como colaterais, são resultado da soma total de esteroides androgênicos usadas no ciclo.

Referências:

 

[1] Endocrinologia Feminina e Andrologia, Ruth Clapauch

Cap. 24 Uso de andrógenos em mulheres

 

[2] http://www.ironmagaz…nate-women.html

http://www.ncbi.nlm….pubmed/19803836

 

[3] ESTEROIDES e CICLOS para MULHERES (DUDU)

 

 

abraços, DUDU HALUCH

You may also like

Ciclos para Mulheres (DUDU)
HORMÔNIOS e FISICULTURISMO para MULHERES (DUDU)
IMPORTÂNCIA DO TREINO COM O USO DE ESTEROIDES, PRINCIPALMENTE PARA AS MULHERES
ESTEROIDES e TREINAMENTO para MULHERES (DUDU)

2 Responses

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.