1
mar
2020
7

ESTEROIDES AUMENTAM A RESISTÊNCIA À INSULINA EM MULHERES

Muitas mulheres acreditam que os esteroides vão ajudar na queima de gordura, mas isso nem sempre acontece. Nos homens alguns esteroides podem realmente ajudar a queimar gordura, principalmente oxandrolona, estanozolol e TREMBOLONA. Esses esteroides parecem ter um maior impacto no aumento do gasto energético. No entanto, em muitas mulheres é comum um aumento da resistência à insulina com o uso de esteroides, o que dificulta a oxidação de gordura, além de aumentar a retenção hídrica e agravar efeitos colaterais, como acne.

Embora muitas mulheres consigam atingir um baixo percentual de gordura utilizando esteroides anabolizantes, muitas outras não possuem uma boa resposta ao uso de esteroides quando se trata de perda de gordura. Isso acontece porque o uso de esteroides androgenicos em mulheres pode piorar a sensibilidade à insulina.

Diversos estudos mostram uma forte associação entre o excesso de ANDROGENOS e aumento da RESISTÊNCIA À INSULINA, como é visto em mulheres com síndrome de ovários policísticos e hiperandrogenismo. Diversos estudos também mostram que o uso de drogas antiandrogenicas (espironolactona, contraceptivos hormonais) podem melhorar a sensibilidade à insulina em muitas mulheres com SOP e hiperandrogenismo.

Durante anos tenho observado que algumas mulheres são privilegiadas quando se trata do uso de esteroides, pois quando utilizam essas substâncias ganham massa muscular e tem facilidade para perder gordura. Muitas outras não apresentam a mesma resposta quando se trata de perda de gordura, embora ganhem massa muscular com esses hormônios. Muitos treinadores e coachs de fisiculturismo que não entendem esse aspecto diferencial do metabolismo das mulheres acabam por aumentar as doses de hormônios em suas atletas e clientes que não conseguem perder gordura. Esse abuso de esteroides só piora ainda mais o quadro, pois aumenta ainda mais a resistência à insulina e agrava os efeitos colaterais (acne, hirsutismo, retenção, ganho de gordura, queda de cabelo, virilização).

As mulheres que tem piora da sensibilidade à insulina com esteroides devem minimizar o uso de ANDROGENOS e não aumentar as doses. Mulheres que conseguem ter um físico atlético e não apresentam traços de virilização evidentes não abusam de esteroides, pois os efeitos virilizantes são dose dependente e ficam cada vez mais evidentes com o longo tempo de uso.

Abraços, Dudu Haluch

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.