4
jul
2013
1

FISICULTURISMO nos ANOS 80, por DUDU HALUCH

Maravilhosa época, em que a simetria e a estética eram mais valorizadas no bodybuilding, época em que a trembolona (finaject, parabolan), boldenona e o GH entraram no mercado e foram difundidas rapidamente entre a elite do fisiculturismo. O padrão estético dos anos 80 parecia ser aquele instituído por Frank Zane, físicos com muita qualidade estética e cintura fina, como Lee Labrada, Rich Gaspari, Mohamed Makkawy, Bob Paris, Albert Beckels, Sammir Bannout, Chris Dickerson, entre tantos outros.

O GH revolucionou o Bodybuilding nos anos 80, principal responsável pela melhora estética dos físicos dessa época, mas também entraram em cena a insulina e os diuréticos, sem abuso. Testosterona passou ser a base do ciclo de muitos bodybuilders, graças ao uso difundido do tamoxifeno, introduzido por Dan Duchaine, o grande guru dos esteroides, que lançou o primeiro manual sobre o uso de esteroides, e também introduziu o clembuterol no fisiculturismo por volta de 1988. Protocolos TPC ainda estavam em sua era primitiva, com apenas o uso de HCG algumas semanas após os ciclos.

Mas com físicos tão estéticos e simétricos, graças também a variedade de drogas usadas, bons preços, reinou Lee Haney (Mr Olympia de 1984 a 1991), com um potencial genético insuperável a ser batido, pois aliado a um bela forma estética, tinha um volume e simetria (cintura fina, tronco e pernas acima da média) que deixavam seus adversários muito atrás. É provável que Dorian Yates e outros caras do início dos anos 90 tenham visto que a única forma de vencer a poderosa genética de Lee Haney era aumentando seu volume com qualidade, abusando da insulina, GH e testosterona (que nos anos 90 poderia ser abusada graças também ao uso dos inibidores de aromatase). Então começou a era FREAK.

A INSULINA marca a divisão entre a era FREAK e a era de ouro do Bodybuilding (os shapes estéticos e clássicos dos anos 60, 70, início dos anos 80). Shapes criados em altas doses de esteroides e GH, mas sem abuso desse último. A insulina quebrou as barreiras que os esteroides e o GH não podiam ultrapassar, e a sinergia entre essas drogas os novos limites alcançados levaram o Bodybuilding moderno a era FREAK, a era do abuso, abuso de testosterona, abuso de GH, abuso de insulina, abuso de diuréticos e fat burners, abuso de SEO’s, abuso de peptídeos, narcóticos. A INSULINA tornou tudo isso possível.
Em breve um artigo completo sobre ciclos dos profissionais nos anos 80.

abraços, DUDU HALUCH

You may also like

Ciclo dos Profissionais 3: anos 70 (era Arnold)
Importância das drogas e hormônios no bodybuilding
HORMÔNIOS e FISICULTURISMO para MULHERES (DUDU)

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.