20
fev
2019
19

POR QUE O MÉTODO VENTA ESTÁ MUITO ERRADO!?

O método VENTA nada mais é que a aplicação da regra de Wishnofsky, que considera que 1 kg de gordura equivale a 7700 kcal. Até aí nenhum um problema. O problema está em considerar que só perdemos gordura corporal ao restringirmos calorias e também ignorar as mudanças que ocorrem no metabolismo com a perda de peso (adaptações fisiológicas).

A quantidade de perda de massa magra (massa muscular, água, outros tecidos) pode variar de acordo com treinamento, ambiente hormonal, idade, composição da dieta, adiposidade, tamanho déficit calórico etc.

Durante a perda de peso também ocorrem adaptações fisiológicas, que reduzem a taxa metabólica basal além daquilo que seria esperado pela perda de peso (TERMOGÊNESE ADAPTATIVA). Sem contar que a aplicação do método Venta já ignora a própria redução da taxa metabólica que ocorre normalmente com a perda de peso. A regra de Venta considera o metabolismo como sendo estático, quando ele na verdade é dinâmico.

Existem modelos de perda de peso dinâmicos que consideram os fatores mencionados no texto. Com base nesses modelos uma regra prática para saber quanto de peso um adulto pode perder para um determinado DÉFICIT CALÓRICO (DEF) é simplesmente: DEF/24. Sendo assim, para um déficit calórico de 500 kcal é possível perder no máximo cerca de 20 kg, e isso leva aproximadamente pouco mais de 3 anos, sendo mais da metade do peso perdido no primeiro ano de dieta. Para 1000 kcal teríamos uma perda máxima de ~40kg.

Para piorar as coisas, a grande maioria das pessoas atinge um platô durante o emagrecimento por volta de 6 a 8 meses, devido ao aumento da FOME e, consequentemente, aumento da ingestão calórica.

Referências:
Quantification off the effect Energy imbalance on bodyweight (2011)

abraços, dudu haluch

1 Response

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.