14
fev
2017
7

LEITE de caixinha (UHT) e Pérolas sobre o LEITE

Para aqueles que ficam falando besteira sobre o processamento do leite. LEITE DE CAIXINHA NÃO TEM CONSERVANTES. Único processo que ele sofre é o aquecimento a altas temperaturas e o processo de homogeneização (redução do tamanho dos glóbulos de gordura para impedir a separação da gordura).

O leite de caixinha dura 3-4 meses na prateleira, mas apenas ~3 dias depois de aberto e refrigerado. Então antes de ficar repetindo as besteiras do “dotÔ” não custa nada entender o processo da produção do leite pasteurizado e UHT.
O valor nutricional do leite de caixinha e pasteurizado também é o mesmo, porque as diferenças no aquecimento não alteram a quantidade de macro e micronutreintes. Claro que terão alterações sensoriais entre os diferentes tipo de leite e se você quiser chamar o leite de caixinha de “água branca embalada” tudo bem. Isso não muda não muda o fato que ele continua sendo tão nutritivo (proteína, cálcio, magnésio etc) quanto o leite cru, exceto pela ausência de bactérias láticas benéficas.

LEITE PASTEURIZADO – leite aquecido até uma temperatura entre 72 à 75°C durante 15 a 20 segundos, seguido por resfriamento à 4°C. Esse processo foi desenvolvido para eliminar os microrganismos patogênicos causadores de zoonoses e de doenças transmitidas pelo leite cru, mantendo o valor nutricional. Esse processo não elimina todas as bactérias, por isso esse tipo de leite estraga tão rápido. Bactérias benéficas como Lactobacillus spp. sobrevivem ao processo e por isso esse tipo de leite tem que ser refrigerado.

LEITE UHT (CAIXINHA) – (Ultra High Temperature) o leite passa por um processo de esterilização, no qual o leite é aquecido de 130 à 150°C por 2 a 4 segundos, seguido por resfriamento até uma temperatura menor que 32°C. Esse tratamento é suficiente para eliminar, além dos patógenos, todos os microrganismos viáveis no produto final, ou seja, todos aqueles que conseguiriam se multiplicar dentro da embalagem de leite UHT causando alterações. Isso explica porque o leite UHT pode ser armazenado em temperatura ambiente e, ao contrário do que muitos consumidores pensam, não recebe adição de nenhum tipo de conservante. A embalagem do leite UHT também é diferenciada, protegendo o leite da exposição à luz e ao oxigênio, para evitar também outras possíveis alterações químicas. A única substância acrescentada ao leite nesse processo é o citrato de sódio, um composto orgânico já presente na composição do leite natural, que garante a estabilidade das proteínas durante o processo de ultrapasteurização.

Estude, pense, questione, tenha senso crítico.

abraços, Dudu Haluch

PÉROLAS SOBRE O LEITE (vídeo do Nutrólogo que foi na Record):

“O equilíbrio de minerais do leite não permite a boia absorção do cálcio”.
Argumento estúpido, uma vez que o cálcio do leite tem uma biodisponibilidade de cerca de 30% e acaba sendo mais eficiente para fornecer cálcio do que outros alimentos. Vegetais escuros como brócolis e couve tem uma biodisponibilidade de cerca de 60%, mas como possuem muito menos cálcio na porção, é preciso consumir uma grande quantidade para obter a mesma quantidade dos laticínios.

“Tem pouco magnésio e sem magnésio o cálcio não fixa no osso”
De fato laticinios não são as melhores fontes de magnésio, mas isso não quer dizer nada, ninguém vive só de leite de vaca né caralho. Magnésio tem um importante papel para a saúde dos ossos e pode ser obtido de outras fontes alimentares sem problemas lol.

“tem fósforo demais, o fósforo compete com o cálcio, desloca o cálcio”
Outro argumento simplista e tosco. O fósforo está presente em boa quantidade no leite e ainda mais nas carnes. Estudos não mostram que a variação na razão cálcio/fósforo tenha algum efeito no balanço do cálcio no organismo (apenas quantidades elevadas de fósforo em recém nascidos). Até porque se levar esse argumento ao pé da letra deveríamos de deixar de comer peixes (sardinha, salmão) e carnes que tem mais fósforo que o leite.

“Tem proteína demais”
Sem comentários, ter proteína é na verdade uma excelente qualidade do leite de vaca, ainda mais proteína de alto VB. Esse cara fumou crack. Podia até ter mais proteína lol

“essa proteína demais torna o pH do sangue ácido”
pqp, o pH do sangue não vai mudar com nenhum alimento, muito menos o leite, que tem um pH apenas ligeiramente ácido. Se levasse esse argumento dele ao pé da letra, não deveríamos comer proteínas, carnes.
Essa de sobrecarregar os rins foi mais uma artimanha de quem faz terrorismo nutricional e sensacionalismo barato com a nutrição.

“crianças não devem tomar leite de vaca”
até completarem um ano de idade realmente não se recomenda leite de vaca para as crianças, o resto é bobagem.
Me admira como as pessoas aceitam esse tipo de informação sem pensar de onde o cara tirou isso. Por sinal eu pesquisei todos os pontos em livros técnicos de nutrição.

3 Responses

    1. Cris

      Com leite vai tornar a absorção um pouco mais lenta, porém com um aporte maior de proteína e outros nutrientes do próprio leite. Com água, a absorção será mais rápida, porém com apenas os nutrientes do leite.

      Tome do jeito que achar mais conveniente e de acordo com sua dieta. Não faz lá grandes diferenças…

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.