19
set
2013
0

Porquê não fazer KICK START (DUDU)

Já discuti num artigo anterior porque métodos como kick start e front load são ineficientes [1]. Nesse artigo vou tentar aprofundar um pouco o assunto para que usuários possam construir ciclos mais eficientes.

Segundo L. Rea, autor de Chemical Muscle Enhancement, os maiores ganhos de um ciclo acontecem entre 10 e 30 dias do início do ciclo, onde ocorre uma quebra de homeostase mais violenta. Portanto a tendência é que não ocorram ganhos muito significativos à partir da 6ª semana, no entanto os colaterais podem se agravar (aromatização, retenção, etc) [2, 3].

Os ganhos de um ciclo tendem a estagnar entre 6 e 8 semanas [4], após esse tempo o corpo tende a compensar a esse estado de anabolismo induzido farmacologicamente , provocando um aumento da produção de hormônios catabólicos (corticosteróides) e alteração da sensibilidade dos receptores hormonais para os esteróides anabolizantes androgênicos.
Como resultado , ocorre o efeito anulador e aquele ciclo dessas drogas necessitaria ser reprojetado mudando-se as drogas e/ou aumentando-se a dosagem. Tal procedimento pode temporariamente prolongar o estado de anabolismo , porém fatalmente irá surgir outro efeito anulador.
O que ocorre é que o organismo está sempre em ciclos de anabolismo-catabolismo de forma constante. As estruturas proteínicas estão sempre sendo construídas e degradadas e não existiria de maneira nenhuma do atleta estar permanentemente no estado de anabolismo ou de construção : se isso ocorresse , qualquer ser humano cresceria até ficar do tamanho de um prédio. Porém fato comprovado é que a fim de aumentar a massa muscular , o atleta precisar estar , na maioria das vezes , mais no estado de anabolismo do que no estado de catabolismo. Assim , é crucial que ele previna a ocorrência de estados prolongados de catabolismo , pois do contrário haverá grande perda do precioso tecido muscular [5].

A idéia do kick start e do front load é potencializar os ganhos no início do ciclo, onde a quebra de homeostase é mais violenta. Isso é bem efetivo, mas o problema é que quando você faz isso os níveis hormonais acabam se estabilizando mais rapidamente. Simplesmente porque você começou com uma quantidade de andrógenos maior nas primeiras semanas e no restante do ciclo doses menores não serão suficientes para gerar ganhos significativos. Como os ganhos de um ciclo tendem a se estabilizar em ~6-8 semanas (W. Llewellyn, Anabolics, pág. 67) [4]. Com a prática do kick start e/ou do front load a tendência é q os ganhos se estabilizem antes, logo após a redução das doses, então eu acredito que eles ainda podem ser úteis em ciclos curtos (como é discutido no próprio artigo de front load, mas a maioria esquece dessa parte) [1].

Conclusão bem simples é:

“Nunca reduzir a dose de hormônios anabólicos durante um ciclo com o objetivo de ganhos, você estará acelerando o processo de homeostase” (Dudu Haluch).

abraços, DUDU HALUCH

Fonte:

[1] Sem Front Load e sem Kick Start (DUDU)
viewtopic.php?f=31&t=146

[2] Quanto tempo deve durar um CICLO? (DUDU)
viewtopic.php?f=31&t=1456

[3] Chemical Muscle Enhancement, L. Rea.

[4] Anabolics, WILLIAM LLEWELLYN, 9ª edição.

[5] http://fisiculturismo.com.br/artigo.php … ssim!.html
Advanced Sports Nutrition – International School of Sports Nutrition and Human Performance

 

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.