15
mar
2022

Entrar em cetose acelera o metabolismo?

Durante os três primeiros dias de jejum, o gasto energético pode aumentar devido à redução dos níveis de glicose, o que leva ao aumento da secreção de catecolaminas (adrenalina e noradrenalina). As catecolaminas estimulam a resposta simpática, aumentando a mobilização das reservas de energia. Nos primeiros dias de jejum, as catecolaminas estimulam a quebra de glicogênio muscular e hepático e, também, a lipólise no tecido adiposo.

O glicogênio hepático mantém os níveis de glicose no sangue no primeiro dia de jejum, mas esse estoque esgota rapidamente (~ 20 horas). Como o cérebro e as hemácias dependem de glicose como fonte de energia, as catecolaminas também estimulam a gliconeogênese hepática (em conjunto com o cortisol, GH e glucagon). Nos primeiros dias de jejum, os aminoácidos provenientes do catabolismo de proteínas musculares são os principais substratos para a produção de glicose hepática, o que leva a um aumento do metabolismo e da perda de nitrogênio na urina (na forma de ureia).

Depois do terceiro dia de jejum, o fígado atenua a produção de glicose hepática com um grande aumento da produção de corpos cetônicos a partir dos ácidos graxos, e o glicerol passa a contribuir de forma mais significativa para a gliconeogênese. Consequentemente, ocorre uma redução do catabolismo muscular, da gliconeogênese e, consequentemente, do gasto energético. O uso de corpos cetônicos pelo cérebro, deslocando a glicose como seu principal combustível, permitiu ao homem sobreviver a longos períodos de fome.

Dessa forma, embora o jejum aumente o gasto energético nos primeiros dias quando associado à restrição calórica e à perda de peso, o jejum também vai levar a uma adaptação metabólica, reduzindo o gasto energético, o que torna a perda de peso e gordura cada vez mais lenta. Qualquer estratégia de emagrecimento que prometa acelerar o metabolismo só poderia fazer isso por um período limitado, normalmente nos primeiros dias de dieta. Além disso, um metabolismo lento não costuma ser o maior desafio do emagrecimento, e sim o aumento do apetite.

Referência: E-book Bioquímica Básica. Dudu Haluch e Tanise Michelotti, 2022.

Leave a Reply